Acreditar nesse mito sobre Marketing de Afiliados te impede de ter sucesso

Marketing de Afiliados é Pirâmide?

O marketing de afiliados não é pirâmide, embora vez ou outra, acaba sendo confundido com o esquema por aqueles que não o conhecem. Então, a seguir, veremos que afirmar que o marketing de afiliados é pirâmide não passa de um grande engano.

Marketing de Afiliados é Pirâmide?
Escute o artigo: Marketing de Afiliados é Pirâmide?

Tudo o que parece ser bom demais para ser verdade é questionado pela maioria das pessoas, e no caso do Marketing de Afiliados não seria nada diferente, já trouxemos aqui uma série de provas de que o marketing de afiliados funciona, e vamos além ao explicar o conceito do começo ao fim.

Existem diversas maneiras de como ganhar dinheiro com o marketing de afiliados, em outras palavras, o conceito é muito amplo para reduzi-lo a uma simples pirâmide, algo que realmente não é. Recentemente, estudamos até mesmo a Hotmart, uma das principais plataformas brasileiras, para saber se realmente funciona.

O que é um esquema de pirâmide?

No Brasil houveram diversos casos de esquemas de pirâmide que acabaram prejudicando muitas pessoas e que estão em trâmite na justiça até hoje. Os criminosos que usam esquemas de pirâmides conseguem ser bastante criativos, como podemos ver nos casos à abaixo que aconteceram no Brasil:

  1. A Unick Forex, do Rio grande do Sul, prometia aos seus investidores o dobro do capital investido em bitcoins em apenas seis meses. Ela é acusada de ter captado R$ 28 bilhões de forma ilegal de mais de 1,5 milhões de pessoas;
  1.  A Wolf Trade Club, fundada em Curitiba, começou como uma empresa de venda de cursos sobre o mercado financeiro e migrou para o esquema de pirâmide, dizendo a seus investidores que ganhariam 50% do capital que nela investiram. Por fim, ela deu um golpe de R$ 30 milhões em seus investidores, sendo investigada pela polícia até hoje;
  1. A empresa Alcateia de Investimentos se autodenominava um grupo de Investimentos que garantia aos investidores lucros de 2% ao dia. Mas, na verdade, ela apenas deixou mais de 50 mil pessoas no prejuízo;   
  1. A AI e Albuquerque Consultoria dizia que quem investisse nela ganharia muito mais dinheiro do que diretamente na Bolsa de Valores. Contudo, ela apenas causou um prejuízos dotal de 20 milhões que prejudicou várias pessoas.

O que todos essas empresas fraudulentas tem em comum? Prometer lucros exorbitantes em pouco tempo é o principal chamariz, enquanto que, para entrar no “negócio”, você tem que investir um bom valor, além de ganhar dinheiro ao recrutar mais pessoas para o esquema.

Portanto, essas são as características principais de um esquema de pirâmide, a alta rentabilidade, a ausência de um produto e a garantia de que seu investimento, mesmo sendo de risco, é garantido.

Leia também

Como agem os esquemas de pirâmide?

As empresas citadas causaram prejuízos milionários a milhares de pessoas. E o pior é que, não poucas pessoas de baixa renda, pegaram todo o dinheiro que tinham, até mesmo aquele dinheiro separado para pagar o aluguel e fazer as compras para casa, para investir nessas empresas esperando o lucro imediato.

As pessoas acreditam nesse tipo de coisa porque em um esquema de pirâmide a empresa dá dinheiro para os primeiros investidores, para que eles atuem como testemunhas, atraindo verdadeiras multidões.

Essa tática é usada principalmente em pequenos municípios. Quando a população se dá conta do golpe que levou, os bandidos já se mudaram para longe da vista deles.

Marketing de afiliados é pirâmide mesmo?

A resposta direta para essa pergunta é não. Afirmar que o marketing de afiliados é pirâmide é totalmente errado. Nós daremos as devidas explicações à frente:

Primeiro de tudo, quando falamos em afiliados, estamos falando de pessoas que vendem um produto e ganham comissões por isso. Como vimos acima, esquemas de pirâmide, na realidade, não possuem produtos.

No marketing de afiliados, o principal objetivo do afiliado é vender o seu produto, e não conseguir pessoas para entrarem no programa, como no caso das pirâmides. Além disso, para ser afiliado, você não precisa pagar nada. 

Você pode muito bem se afiliar a um produto de graça e vendê-lo através de um link no seu WhatsApp, não gastando um mísero centavo. O que, então, não é nada como o esquema de pirâmides, que só se foca em conseguir novas pessoas.

Por tudo isso, podemos afirmar sem medo que o programa de afiliados não se assemelha em nada a uma pirâmide, mas como será que ele funciona de fato?

Qual o melhor curso de Marketing de Afiliados?

Uma amostra do vídeo do canal do Alex Vargas sobre o curso Formula Negocio Online

No mercado de infoprodutos, você irá se deparar com diversas ofertas de cursos que te prometem ensinar o marketing de afiliados, ou ainda, uma série de campanhas sensacionalistas que prometem ganhos imensuráveis em um curto período. Fuja de tudo que parece ser bom demais para ser verdade.

É sim, verdade, que o Marketing de Afiliados é uma técnica muito interessante para quem busca ganhar dinheiro a partir da internet, mas não é tão fácil como muita gente divulga por aí, se não, todos estariam ricos a essa altura.

Muitos desses cursos te ensinam a fazer tudo da maneira incorreta, e provavelmente você vai terminar ou ganhando pouco ou dependendo da revenda do curso ruim que acabou de comprar, repetindo o ciclo de mentiras e sensacionalismos.

Aprenda com o curso Fórmula Negócio Online

Atualmente, o curso mais completo disponível para quem quer aprender sobre o Marketing de Afiliados é o Fórmula Negócio Online. Recuse as imitações.

O curso traz um conhecimento de base amplo para que você entenda todo o processo, as possibilidades e a partir disso possa determinar qual estratégia você irá seguir dentro do Marketing de Afiliados (não caia no erro de mirar em todas).

O curso Fórmula Negócio Online é a recomendação do blog Nicho Milionário.

Como funciona o marketing de afiliados?

Ser afiliado é semelhante a se tornar sócio de um produto. No caso do afiliado, ele não tem que participar da produção do produto, mas somente tem a função de vendê-lo.

Nós falamos acima sobre vender o produto pelo WhatsApp, que é um meio bastante utilizado para venda, mas existem vários e vários meios de se divulgar um produto como afiliado.

Desde páginas no facebook e Instagram a grupos no WhatsApp e sites e blogs, todos eles são um possível meio de se vender como afiliado. Nessas páginas, são publicados conteúdos de entretenimento e informações relevantes (para atrair o público) com a divulgação periódica de produtos.

A grande vantagem, nesse caso, é que o afiliado vende um produto digital, que não exigirá pagamento de frete e nem um tempo de espera para o cliente tê-lo. Tudo isso facilita muito a venda deste produto.

Para se tornar um afiliado, você tem apenas que se cadastrar em sites como o Hotmart e Monetizze. Nesses sites, há todo o tipo de produto digital que você possa imaginar. E o melhor é que os produtos digitais já vêm com uma página de vendas feita pelo criador do produto.

O link que você recebe da página de vendas contém uma numeração unicamente sua, para que, quando alguém comprar o produto através da sua página, a comissão da venda vá para a sua conta.

Conclusão: Marketing de Afiliados é pirâmide? Não!

Trabalhar como afiliado é um meio honesto de se ganhar a vida trabalhando da sua própria casa utilizando apenas um computador. Ao contrário do sistema de pirâmide, ser afiliado promove um rendimento real, que, como tudo na vida, não vem beijada.

Se você quer trabalhar como afiliado e dispensar o seu padrão, terá de dar duro e ter criatividade para vender seus produtos. Manter uma presença online constante, ganhar seguidores pouco a pouco, muitas vezes sem dinheiro para investir em tráfego pago é uma verdadeira luta que exige raça e persistência.

Então, chamar o programa de afiliados de pirâmide, que nada mais é do que um jeito de roubar pessoas, é algo muito injusto. 

Se, depois de ler este artigo, tiver a intenção de trabalhar como afiliado e querer mais dicas sobre a área, em nosso blog há diversos artigos que podem ser muito úteis a você!